Vinícola a 60KM de SP oferece “Tour do Vinho” a R$ 45,00

Vinícola Castanho (SP) abre as portas para “Tour do Vinho”. Aproveite essa visita encantadora!

Visitar uma vinícola é sempre um prazer enorme, principalmente para quem ama vinhos!

Mas nem sempre é fácil viajar para onde as vinícolas estão concentradas – a maioria delas, no sul do país.

Em São Paulo, mais precisamente em Jundiaí – a 60 km da capital, a Vinícola Castanho abre suas portas em fevereiro para comemorar 50 anos e dividir um pouco de sua história, produção e produtos com os visitantes enoapaixonados.

vinicola castanho

O segundo “Tour do Vinho” deste ano será realizado no dia 07 de Abril (sábado), às 14h. Os ingressos, com valor de R$ 45 cada, já podem ser adquiridos no site da empresa: https://goo.gl/8BAH98

No dia, a programação contará com visita pelos vinhedos, produção e adega, além de workshop de harmonização e degustação de vinhos e espumantes. 

Ricardo Leme da Silva, terceira geração da família a administrar a empresa, comenta que o tour é uma maneira que a Vinícola Castanho encontrou de colocar em prática algumas de suas missões: promover o produto jundiaiense e possibilitar ao público a oportunidade de aprender sobre a bebida e como consumi-la com consciência.

Percebemos um aumento bastante significativo de novos consumidores de vinho, por isso, queremos contribuir com quem está começando e mostrar todo o processo de produção, desde o cultivo da uva, explica Silva.

O objetivo também é fortalecer o turismo no bairro do Castanho, que faz parte de uma importante rota turística de Jundiaí, e ajudar a região a ser conhecida como produtora.

Quem aprecia vinho irá gostar também do tour da Vinícola, já que, enquanto os participantes percorrem as parreiras, Gustavo Leme da Silva, um dos especialistas que acompanham o evento, fornece informações sobre o preparo do solo e da muda (porta-enxerto), época de galhada e poda, fase de dormência, adubagem e colheita. “A uva é uma fruta bastante complexa, que precisa de cuidado e atenção constantes, daí a necessidade de observá-la e entender as mudanças do tempo diariamente, para modificar ou adaptar algum processo”, afirma o guia.

Depois da plantação, já na produção, é hora das técnicas de moagem da uva, métodos de envase e armazenamento serem mostrados, junto com as características de cada tipo de vinho. Os participantes também aprendem sobre as cachaças, licores e sucos da Vinícola. Tudo com uma linguagem acessível para quem ainda não domina o assunto, mas interessante para quem já conhece a vitivinicultura.


Leia mais: Livros sobre vinho: 15 opções perfeitas vendidas na Amazon.com


vinicola castanho

A Vinícola

Hoje, a Vinícola Castanho é conhecida pela produção de vinhos, mas foi com a tradicional cachaça Ponte Torta – relançada há pouco mais de um ano -, que a empresa teve início. Em 1961, Aristides Leme da Silva trabalhava em uma fábrica de bebidas, onde aprendeu as técnicas de produção de vinhos, licores e destilados.

Trabalhar como empregado não bastava para ele. O sonho de Aristides era abrir seu próprio negócio e, em um impulso em busca de concretizar seu objetivo, saiu do emprego. Em sociedade com um amigo, passou a fabricar a cachaça.

A produção era distribuída em bares e a tradição oral da família conta que toda cidade conhecia e gostava da bebida. Em 1968, Aristides deixou a sociedade e fundou a Vinícola Castanho, com a intenção de revisitar suas origens, e passou a produzir vinhos também.

Desde então, a empresa produz e comercializa vinhos tintos, secos e brancos, licores, cachaças, espumantes, entre outros produtos, como a geleia de caipirinha, lançada este mês na 35ª Festa da Uva de Jundiaí.

vinicola castanho

Turismo

A Vinícola Castanho integra a Rota do Castanho, que fica ao sul de Jundiaí e integra as atrações da Rodovia Tancredo de Almeida Neves, conhecida como Estrada Velha de São Paulo. Os turistas e moradores locais que fazem a rota podem conhecer a propriedade, seus vinhedos e produção de vinho e ainda outros lugares, como um sítio de produção de orgânicos e um espaço de lazer com 52 mil m2.

Para Ricardo Silva, Jundiaí tem bastante potencial a ser explorado no âmbito do turismo rural, já que grande parte do público que a Vinícola recebe por semana é de São Paulo e Região Metropolitana.

“Mas também recebemos pessoas de outros estados e países. Os turistas vêm em família e, geralmente, passam o dia inteiro na cidade, conhecem vários pontos turísticos e apreciam este contato com a zona rural, bem-diferente de sua realidade.”


Leia mais: Vinho Verde: o que é? Conheça esse vinho que é a cara do verão!


vinicola castanho

Em Jundiaí

Segundo o portal Turismo Jundiaí (mantido pela Prefeitura do município), há registros de produção e comercialização de uva e vinho na cidade desde 1669. No entanto, o cultivo da fruta e a venda do produto tiveram um aumento no século XIX, com a chegada da uva Isabel da Itália.

A partir da década de 1930, Jundiaí passou a ter maior destaque como produtora de uvas e vinhos, quando uma mutação genética espontânea em uma plantação de uva Niágara Branca (americana) deu origem à Niágara Rosada, o que conferiu fama nacional à cidade de Terra da Uva.

Programação “Tour do Vinho da Vinícola Castanho”:

– Visita aos vinhedos, produção e adega

– História da propriedade

– Workshop de harmonização

– Degustação de vinhos e espumantes: Serra dos Cristais Brut, Luar Moscato, Bordô Seco, Luar Merlot Tannat, Luar Cabernet Sauvignon e Espumante Serra dos Cristais Moscatel

 

Vinícola Castanho

Travessa dos Patos, 1050, Castanho – Jundiaí/SP

(11) 4537-1502

http://vinicolacastanho.com.br